terça-feira, 1 de março de 2011

 Completamente sozinha, é exatamente assim que tenho me sentido ultimamente. Não que eu não tenha ninguém comigo, eu sei que tenho, tenho uma família e amigos maravilhosos que sei que posso contar a qualquer instante. Mas sabe, quando falta aquele alguém? Aquele que te complete de todas as formas, de todas as maneiras… É desse alguém que eu to falando. Não aguento mas me sentir tão sozinha e incompleta. Eu sei que a qualquer hora ele vai aparecer, mas essa hora não chega nunca, e eu já estou esperando a tanto tempo (…)
Completamente sozinha, é exatamente assim que tenho me sentido ultimamente. Não que eu não tenha ninguém comigo, eu sei que tenho, tenho uma família e amigos maravilhosos que sei que posso contar a qualquer instante. Mas sabe, quando falta aquele alguém? Aquele que te complete de todas as formas, de todas as maneiras… É desse alguém que eu to falando. Não aguento mas me sentir tão sozinha e incompleta. Eu sei que a qualquer hora ele vai aparecer, mas essa hora não chega nunca, e eu já estou esperando a tanto tempo (…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário