quinta-feira, 17 de março de 2011

E eu odeio o jeito como eu preciso tanto de você, odeio ficar esperando horas pra te ver, esperando ansiosamente por um olhar, por uma palavra. Eu odeio te ver e te desejar tanto, eu odeio não ser forte o bastante pra não me importar com você, odeio ser tão efusiva ao se tratar de você. Parece que nunca é o bastante, parece que nunca vai ser suficiente. Diga-me, como eu poderia viver agora? Como eu poderia respirar? Como eu poderia amar, se você está tão ‘longe’? Se você faz tudo isso? Como eu poderia não sonhar, não esperar algo mais? Esperar que você fosses o meu príncipe encantado, mas no final, parece que toda magia acaba. Eu não sei o que pensar, não sei o que fazer. Eu me sinto tão vazia tão fracassada. Sinto-me inútil, distante, sozinha. E eu não posso fazer nada, além de te ver indo ‘embora’.

Mas eu espero do fundo do meu coração, que você volte. Que volte e que mude completamente sua forma de pensar e agir, e que fique pra sempre comigo, porque eu não agüento mais ficar assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário