domingo, 27 de fevereiro de 2011

O QUE VOCÊ FARIA? A questão a seguir foi proposta num teste de admissão para uma grande empresa. Leia, pense um pouco e dê sua resposta. Depois, confira os resultados… Você está dirigindo seu carro numa noite de tempestade, passando por uma área razoavelmente deserta da cidade. Se aproxima de um ponto de ônibus e vê 3 pessoas na chuva, aguardando transporte:

1. Uma senhora de idade, que treme e parece estar passando muito mal,

2. Um médico que já salvou sua vida na mesa de operação, e

3. O homem/a mulher dos seus sonhos.

Você reduz a velocidade e olha apreensivo para o banco do carona. No seu carro, só há lugar para mais uma pessoa. Não há outra saída: você precisa escolher a qual daquelas 3 pessoas você vai dar carona. E então? Quem você escolheria? Justifique sua escolha.

Bom, veja agora o que a maioria das pessoas responderam: Você poderia escolher a senhora de idade; afinal, ela está passando mal e dar carona a ela pode significar salvar uma vida. Mas, falando em salvar vidas, você também poderia perfeitamente escolher o médico, pois ele já salvou a sua vida. Essa é a oportunidade perfeita para mostrar sua gratidão. Entretanto, você poderia expressar essa gratidão pelo médico em outra oportunidade no futuro, mas talvez você jamais possa ter novamente uma oportunidade como essa com a pessoa com quem você sempre sonhou e que espera ali, desprotegida e encharcada, naquele ponto de ônibus.

O candidato que foi selecionado para a vaga (dentre os 200 concorrentes) deu uma resposta diferente dessas três. Quer saber o que ele disse? Eis a resposta dele: “Eu daria a chave do carro para o médico; deixaria que ele levasse a senhora doente para o hospital e ficaria ali, esperando o ônibus com a mulher dos meus sonhos!”

Mensagem final: Nâo pense como a maioria! Pense além!

Nenhum comentário:

Postar um comentário